Brasil lidera casos de depressão durante a pandemia, aponta pesquisa

Um estudo realizado pela Universidade de São Paullo (USP) aponta que o Brasil é o país com mais casos de depressão durante a pandemia do coronavírus, que teve início em 2020. A pesquisa foi realizada em 11 países, entre eles a Irlanda e os Estados Unidos, e mostrou que o Brasil foi o lugar onde se teve mais casos de ansiedade (63%) e depressão (59%).



O isolamento social e o avanço de casos da Covid-19 no país vem contribuindo para a degradação da saúde mental, um empecilho para o desenvolvimento individual, pessoal e profissional. Entre as motivações para o desenvolvimento de um quadro depressivo estão o desemprego, o medo do futuro e crises no relacionamento.

Criadora projeto Amour, a psicóloga Niliane Britto, que atua na terapia de casal afirma que o tratamento com um profissional é a melhor forma de combater a doença do século, que se intensificou nos últimos anos.

Segundo a profissional, a busca por ajuda em um momento de crise pode ser fundamental para evolução de um bom quadro da saúde mental, no pessoal e dentro de um relacionamento, evitando assim o crescimento dos números de divórcios durante a pandemia.

“A terapia não é só para a pessoa que sofre de depressão, mas também para o parceiro dessa pessoa, é fundamental para que a harmonia e a saúde mental, fundamentais para qualquer relacionamento, sejam mantidas”, afirma.  Niliane Britto indica ainda a prática de exercícios físicos, boa alimentação e um bom padrão de sono como forma de combate a depressão, além da quebra do tabu sobre a doença.

Share

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: